quinta-feira, dezembro 13, 2012

Criados mudos restaurados...

Olá...!!!!

Boa Noite...
Gentemmmmmmm...Natal está na porta chegando, batendo, e muitas coisinhas para terminar ainda...
Passei para mostrar mais um trabalhinho.......trabalhinho,?????  nada ,trabalhão......pensa numa mão de obra para restaurar esses coitadinhos abandonados, um deles tinha até cupim, faltando a lámina da parte de cima do criado mas, isso não é problema para a Super Restauradora Rosali.....kkkkk

Verdade, eu adoro desafios, bem eu adorei o resultado mas, a criatura dona do móvel achou que deveria ter ficado verde, depois de pronto, decidiu que queria verde....kkkk

Mas , eu vou deixá-los da cor que ela quer porém só no próximo ano.....


Bjo a todas....



















8 comentários:

Lilicutes disse...

Linda, parabens!! Seria um verdinho menta?!! Acho que ia ficar linda tambem!!


Bjs!

Kaku

Dalva Panini disse...

FICARAM LINDAS... eu adorei...bjs

Silvana disse...

Lindos. Vou apreciar em branco porque verde não é uma cor que me agrada muito fora das plantas. KKKKK
Boas festas procê.

Nilda Souza disse...

Oi, Rosali

Prazer em te conhecer. Seu trabalho é lindo e exige muita paciência. Parabéns!
Sou BU 2555, faço bordados e crochê e te convido pra me conhecer: http://artedebordar2012.blogspot.com.br/

Te desejo um FELIZ NATAL!

Nilda Souza
artedebordar2012@gmail.com

ANDRÉA disse...

Ficou LINDO!
Feliz natal Minha Amiga

Beijos
Andrea

Marion disse...

Ficou ótimo... Talvez fique bem em verde também - mas precisava resolver depois de pronto!?
Ótimo Natal pra ti e tua família! Que seja muitoiluminado! Abs.

ADRYANA GONZAGA disse...

Feliz 2013, que esse ano seja repleto de realizações em sua vida, com muita paz, saúde e amor pela vida!bjs.
Parabéns pelo trabalho ficou lindo.

Sandra Guadagnin disse...

Ro, como vai você?
Feliz 2013! Desejo que sua disposição esteja sempre em alta e que faça muitas artes e mostre para gente, incentivando as pessoas a olharem com mais carinho para os móveis que tem em casa.
Os criados ficaram fofíssimos demais. E um é diferente do outro, uma delicadeza juntos.
Abraços